Geral

Adapi estende prazo para certificação de vacinas da Febre Aftosa

A paralisação no órgão foi um dos fatores decisivos para a prorrogação do vencimento.
GABRIEL SOARES
17/06/2017 09h54 - atualizado

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) anunciou a extensão do prazo de certificação da vacina contra a Febre aftosa do rebanho bovino e bubalino piauiense para o dia 30 de junho. O prazo anterior encerrava nessa quinta-feira (15). A greve na Adapi foi um dos principais motivos para o adiamento.

  • Foto: Divulgação/CCOMCampanha contra Febre AftosaCampanha contra Febre Aftosa

"Por conta do movimento grevista e para não prejudicar os produtores, nós reforçamos a todos os produtores piauienses que, até 30 de junho, façam a certificação em um dos escritórios da Adapi cadastrados", afirmou Idilio Moura, gerente de Defesa Animal.

Ele reforçaou a necessidade da apresentação da documentação das vacinas, o que garante a isenção de penalidades, assim como a garantia da segurança de seus animais.

Ao final desse prazo de certificação, a Adapi dá início ao pós-etapa, momento em que os fiscais da Agência abrem investigação a fim de descobrir as propriedades nas quais não houve imunização e intervir junto a esses criadores no sentido de conscientizá-los a realizar a vacinação de todos os animais. Os inadimplentes estão passíveis de sanções, avaliadas de acordo com sua situação cadastral.