Piauí

Agricultores podem ter desconto de até 95% para liquidar dívida

A SDR e o Banco do Brasil informam que prazo para pagamento termina dia 29 de dezembro.
MARCOS CUNHA
08/06/2017 18h35 - atualizado

Nesta quinta-feira (08), o secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, e o Superintendente do Banco do Brasil, Pio Gomes Oliveira Junior, reuniram-se com representantes da Fetag, Emater, Incra, Sebrae, STTRs, CPT e MST para tratar da liquidação de dívidas rurais.

Através da Lei 13.340, os produtores podem chegar a ter descontos que variam de 20% a 95%, considerando o município em questão, ano de contratação e endividamento. As regras da lei levam em consideração pontos como empreendimentos na área da Sudene e valores contratados até R$ 200 mil.

  • Foto: SDRFrancisco Limma, Secretário de Desenvolvimento RuralFrancisco Limma, Secretário de Desenvolvimento Rural

O secretário Francisco Limma ressaltou que 26 mil produtores no Piauí possuem operações de crédito. “Com este desconto, numa dívida de R$ 14.000 por exemplo, o agricultor poderá pagar aproximadamente R$ 700,00. Ninguém fica inadimplente porque quer, algo aconteceu como uma estiagem ou mesmo um problema de saúde, por isso achamos importante reunir representantes para que possamos ajudar a divulgar como a lei funciona e como pode beneficiar àqueles que estão endividados”, disse.

"Todas as agências do BB estão preparadas para retirar o extrato que vai mostrar para o produtor a sua situação e o direito se pode ter de abatimento no pagamento à vista, que varia de 20 a 95% do total da dívida que ele tem contraída conosco” ressaltou o superintendente do BB, Pio Gomes.

O produtor tem até o dia 29 de dezembro 2017 para liquidar a dívida rural e para maiores informações deve se dirigir a qualquer agência do Banco do Brasil do estado do Piauí.