Piauí

Águas de Teresina assume sistema de abastecimento e esgoto na capital

O investimento na área de saneamento está previsto em R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 650 milhões nos primeiros cinco anos.
VITOR FERNANDES
07/07/2017 16h26 - atualizado

O Governo do Piauí repassou os serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto da capital do Piauí para a empresa Águas de Teresina, que faz parte do Grupo Aegea. A transferência aconteceu nesta sexta-feira (07), ao meio dia. Os serviços serão fiscalizados pela Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete).

O investimento na área de saneamento está previsto em R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 650 milhões nos primeiros cinco anos. O contrato firmado entre a Águas de Teresina e a Agespisa tem duração de 30 anos.

  • Foto: Governo-PIA assinatura do contrato entre a Águas de Teresina e a Agespisa aconteceu nesta sexta-feira (7).A assinatura do contrato entre a Águas de Teresina e a Agespisa aconteceu nesta sexta-feira (7).

A assinatura do contrato aconteceu no dia 22 de março. Foram repassados R$ 88 milhões à Agespisa pela empresa Águas de Teresina, referente à primeira parte da outorga, e os outros R$ 72 milhões serão pagos em 12 meses, de acordo com o contrato de subconcessão.

O presidente do Instituto de Águas, Francisco Costa, revelou interesse em expansão do serviço de saneamento para outras cidades do Piauí. “Agora iremos começar a focar na busca por opções para o interior, seja através de subconcessão, ou parcerias com empresas privadas, ou ainda trabalhar modelos como o de gestão comunitária”.

Em relação ao futuro dos profissionais da Agespisa, o Governo afirmou que será feito um mapeamento desses trabalhadores para encaminhá-los para um novo órgão ou para outro setor dentro da Agespisa e cidades do entorno da capital, de acordo com o perfil de cada um.

De acordo com o Governo do Estado, a Águas de Teresina contratou 620 terceirizados que atuam na operação. Além disso, a empresa estaria convidando comissionados e servidores da Agespisa para integrar a equipe que atuará na capital.

Atualmente Teresina possui 97% de cobertura de água e apenas 24% de cobertura de esgoto, ou seja, cerca de 262 mil imóveis recebem água potável e apenas 44 mil famílias têm acesso a esgotamento sanitário.

Mais conteúdo sobre: