Piauí

Alunos de escola pública do Piauí poderão fazer intercâmbio no Canadá

A proposta está em discussão e foi tema durante encontro ontem (18), em Toronto, entre a Secretária de Educação, Rejane Dias, o governador, Wellington Dias e a embaixadora do Brasil.
ISABELA DE MENESES
19/07/2017 18h32 - atualizado

Os alunos da rede pública estadual do Piauí a partir de 2018 vão poder fazer curso de língua inglesa no Canadá, país da América do Norte. A proposta está em discussão e foi tema durante encontro ontem (18), em Toronto, entre a Secretária de Educação, Rejane Dias, o governador, Wellington Dias e a embaixadora do Brasil, Ana Lélia Beltrame.

Segundo Rejane Dias, pela ideia em construção, o Consulado vai ficar responsável pela emissão de vistos e contatos com as escolas e famílias que irão acolher os estudantes. Os cursos devem ter duração de um mês e acontecerem preferencialmente durante o mês de julho e agosto, quando o clima é mais ameno.

  • Foto: Facebook/Rejane DiasRejane Dias tenta garantir intercâmbio para alunos do PiauíRejane Dias tenta garantir intercâmbio para alunos do Piauí

“O Canadá possui algumas vantagens em relação a outros países de língua inglesa. Por exemplo, o dólar canadense é mais barato que o dos EUA, além do país ser relativamente próximo e mais aberto para os alunos obterem vistos e outras autorizações”, explicou Rejane Dias.

As questões, como os critérios de seleção dos alunos, serão definidas no Brasil e o projeto será encaminhado ao Consulado para que a cooperação seja concluída.

A representante da Educação do Consulado Brasileiro em Toronto, Adriana Hannickel, falou que a visita da secretária foi proveitosa para firmar a cooperação e para apresentar o sistema educacional canadense. “É muito importante ela ter conhecido de perto a educação daqui e destacar os aspectos que podem ser aplicados no Piauí”.

Mais conteúdo sobre: