Piauí

Apenas 8% dos piauienses declaram ter medo de perder o emprego

Outros 18,5% declararam que a situação é a mesma do ano passado, 2016.
ISABELA DE MENESES
10/06/2017 11h48 - atualizado

A última pesquisa feita pela Federação do Comércio no Piauí (Fecomercio-PI), no final do mês de maio, mostrou que 33,3% dos entrevistados, em relação ao fator emprego, disseram que estão mais seguros nos seus empregos e apenas 8% disseram que têm medo de perde-lo. Outros 18,5% declararam que a situação é a mesma que em 2016.

  • Foto: Divulgação/Google MapsLojas funcionaram normalmente nesta sexta-feira (28) mesmo com greve de comerciários no dia.Lojas funcionaram normalmente nesta sexta-feira (28) mesmo com greve de comerciários no dia.

O levantamento também mostrou que a perspectiva de melhora profissional dos trabalhadores atingiu um pessimismo de 92,1 pontos, o que demonstra um crescimento de 1,32% com relação ao mês de abril, mesmo assim continuou abaixo dos 100 pontos, fato considerado positivo.

Segundo a Fecomércio-PI, este índice não avançou mais por causa  das ameaças do Governo Federal de tirar direitos trabalhistas dos empregados na Reforma Trabalhista.  Como também por mais da metade dos entrevistados, ou seja 52,9%, não acreditarem em nenhuma melhora profissional prevista para os próximos 6 meses.

Já cerca de 40,0% dos entrevistados disseram que que a Renda Atual está melhor que o mesmo período do ano passado.  Porém, 41,6% declararam que a Renda Atual permanece igual de 2016.