Piauí

Atraso de pagamento prejudica higienização de lençóis e fardas no HUT

A lavanderia contratada pela Fundação Municipal de Saúde para fazer o serviço estaria sem pagamento há pelo menos cinco meses.
MARCOS CUNHA
28/06/2017 17h33 - atualizado

Há pelo menos cinco meses, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) não estaria realizando o pagamento da empresa de lavanderia responsável pela higienização de roupas e lençóis do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Relatos de servidores apontam que o impasse teria prejudicado os pacientes da unidade, já que em alguns dias não é possível sequer trocar os lençóis. O fardamento dos profissionais do Hospital também estaria em quantidade reduzida.

Diante das informações, o Viagora entrou em contato com a FMS, que negou que o problema esteja prejudicado os pacientes da unidade e afirmou que os serviços da lavanderia não foram suspensos. Segundo a assessoria da Fundação, a ausência de documentação por parte da empresa teria causado a suspensão do pagamento nos meses de março, abril e maio.

  • Foto: Reprodução/Street ViewHospital de Urgência de Teresina na zona sulHospital de Urgência de Teresina na zona sul

“A FMS comunica que já está com os empenhos prontos para realizar o pagamento dos meses de março e abril da empresa Multilav, que lava e esteriliza os enxovais do HUT. A empresa foi comunicada para providenciar a documentação necessária para receber o pagamento”, informa nota da FMS.