Piauí

Avenida Poti Velho é entregue a moradores na Santa Maria da Codipi

A Avenida Poti Velho possui 5,6 quilômetros de extensão, seis faixas para veículos, faixas exclusivas para ônibus urbanos, ciclovias e passeios.
VITOR FERNANDES
27/08/2017 15h46 - atualizado

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, inaugurou nesse sábado (26) a nova Avenida do Poti Velho na região da Santa Maria da Codipi.  A obra custou R$ 13,5 milhões, sendo que R$ 2,5 milhões foram de contrapartida da Prefeitura de Teresina.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaFirmino Filho inaugura Avenida Poti Velho na região da Santa Maria da Codipi.Firmino Filho inaugura Avenida Poti Velho na região da Santa Maria da Codipi.


Firmino Filho comemorou a entrega da obra. “A nova Avenida Poti Velho acaba com o drama de milhares de pessoas que arriscavam suas vidas numa estrada estreita e onde foram registrados muitos acidentes. É um grande presente que Teresina ganha no seu aniversário”, comentou.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaAvenida Poti Velho, zona norte de Teresina.Avenida Poti Velho, zona norte de Teresina.


A Avenida Poti Velho possui 5,6 quilômetros de extensão, seis faixas para veículos, faixas exclusivas para ônibus urbanos, ciclovias e passeios. Ela começa na ponte Mariano Gayoso Castelo Branco e segue até a Avenida Ministro Sérgio Motta, principal acesso à Santa Maria da Codipi. 

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaAvenida Poti Velho, zona norte de Teresina.Avenida Poti Velho, zona norte de Teresina.


O superintendente de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte, José João Braga, explicou que foi uma obra de difícil execução, já que envolvia desapropriações, remanejamento de famílias e drenagem de lagoas.

José Braga informou que a nova ponte do Poti Velho, que será uma nova forma de acesso à Avenida Poti Velho, com o custo total de R$ 30 milhões, já está com os projetos em andamento. A obra inclui a construção de canteiro central e implantação de iluminação especial.


O projeto inclui ainda a acessibilidade e melhoria na drenagem daquela área com a implantação de bueiros. Parte dos recursos investidos é oriundo de convênio com Governo Federal e repassados pela Caixa Econômica Federal.

Mais conteúdo sobre: