Piauí

Banco do Brasil é investigado por fraude trabalhista em Teresina

A investigação foi aberta através da portaria nº 408/2017, no dia 15 de agosto. A Procuradora do Trabalho Maria Elena Moreira Rêgo é a responsável pela investigação.
RAYANE TRAJANO
19/08/2017 15h06 - atualizado

O Ministério Público do Trabalho no Piauí instaurou um inquérito civil para apurar suposta fraude trabalhista praticada pela direção do Banco do Brasil. A investigação foi aberta através da portaria nº 408/2017, no dia 15 de agosto.

A Procuradora do Trabalho Maria Elena Moreira Rêgo é a responsável pela investigação.

  • Foto: Stret ViewBanco do BrasilBanco do Brasil

De acordo com a denúncia feita na Procuradoria Regional do Trabalho da 22ª Região, a direção do Banco do Brasil pratica fraudes trabalhista relacionadas à descaracterização da relação de emprego, “desvirtuando a intermediação de mão-de-obra ou da terceirização de serviços”.

Na portaria de abertura do inquérito não foi discriminado se a fraude ocorre em uma agência ou em todas na capital. Após apuração sobre o caso, o Ministério Público deve tomar as devidas providências.