Piauí

Banco do Nordeste vai investir R$ 1,3 bi no Piauí através de PPPs

O plano de PPPs foi apresentado na última quinta-feira (13) pelo Governo do Estado.
ISABELA DE MENESES
14/07/2017 18h28 - atualizado

Nessa quinta-feira (13) foi apresentado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev) e da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), os planos de Parceria Público-Privadas (PPPs). O Banco do Nordeste vai disponibilizar R$ 1,3 bilhões

A superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, informou sobre a segurança de acordo entre o Governo do Estado e a iniciativa privada, falando dos projetos já consolidados. “Estamos mostrando que o modelo é seguro e bom. Hoje temos 18 projetos em estudo de viabilidade e três com contrato assinado”.

  • Foto: AscomViviane Moura e Margarete CoelhoViviane Moura e Margarete Coelho

Francisco Lopes, superintendente do Banco do Nordeste explicou o intuito da iniciativa. "O objetivo do encontro é apresentar essas novas linhas de investimento que, além das PPPs, também irá contemplar as concessões públicas e leilões. É uma grande gama de investimentos que será injetado no estado e irá, sem dúvidas, colaborar para o crescimento do Piauí”.

A linha de crédito proposta pelo Banco do Nordeste contempla, o FNE Água, FNE Inovação e FNE ProInfra. O primeiro trata de financiamentos com foco na gestão eficiente e no uso sustentável da água; o segundo trata de viabilizar empreendimentos de tecnologia e afins; e o último de empreendimentos na Zona de Processamento de Exportação (ZPE).