Política

Ciro Nogueira é membro do grupo criminoso comandado por Temer, diz Janot

Em 2016 Temer passou a comandar a organização criminosa e garantiu espaços relevantes para o PP de Ciro Nogueira, de acordo com a denúncia.
RAYANE TRAJANO
15/09/2017 18h04 - atualizado

De acordo com a denúncia oferecida, ontem (14), pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot, o senador piauiense Ciro Nogueira (PP) é membro da organização criminosa comandada por Michel Temer (PMDB). Como aliado, Ciro indicou nomes para comandar importantes pastas no governo, como o Ministério da Saúde e Caixa Econômica Federal.

De acordo com o procurador, a organização criminosa formada inicialmente por PP, PMDB e PT “foi constituída em 2002, para a eleição do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva à Presidência da República”.

  • Foto: Facebook/Ciro NogueiraCiro Nogueira e Michel TemerCiro Nogueira e Michel Temer

Após o rompimento entre PT e PMDB e o impeachment da presidente Dilma, PP e PMDB resolveram manter a aliança. Assim, Temer, que passou a comandar a organização criminosa, garantiu bons espaços para os indicados de Ciro Nogueira.

Na denúncia, Janot ressaltou essa divisão:

Recentemente, o PP de Ciro Nogueira indicou também o nome de Alexandre Cordeiro Macedo para a superintendência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O nome foi aceito por Temer e deve ser avaliado pelo Senado.

Mais conteúdo sobre: