Piauí

Cleandro Moura quer criar 55 cargos no Ministério Público

O projeto prevê que sejam usados recursos em torno de R$ 623 mil com a remuneração dos profissionais. A Assembleia Legislativa vai analisar a proposta.
RAYANE TRAJANO
22/08/2017 11h31 - atualizado

O procurador-geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura, quer criar mais 55 cargos de assessoria no Ministério Público do Estado do Piauí. O projeto foi enviado para análise da Assembleia Legislativa do Piauí e lido na sessão de ontem (21).

O projeto de Lei de autoria do MP cria 55 cargos de “assessor de promotoria de Justiça”, a justificativa é prover assistência em diversas comarcar do estado. 

  • Foto: DivulgaçãoProcurador-Geral de Justiça, Cleandro MouraProcurador-Geral de Justiça, Cleandro Moura

A proposta modifica a lei 6.237, de 5 de julho de 2012, que dispõe sobre a organização administrativa daquela instituição. 

Caso aprovado, o projeto prevê que sejam usados recursos em torno de R$ 623 mil com a remuneração dos profissionais.

Nos anos de 2018 e 2019 a despesa prevista é de R$ 1.902 mil, o que corresponde a 0,043% do Orçamento do Ministério Público.