Geral

CN Motos afasta vendedor após denúncia de golpes em Timon

O gerente da loja de Timon, usando seu direito de resposta, enviou nota de esclarecimento sobre o caso e afirmou que já tomou providências.
RAYANE TRAJANO
19/04/2017 12h17 - atualizado

O gerente da CN Motos de Timon, Jairo Mazuad, enviou ao Viagora uma nota de esclarecimento sobre  a denúncia publicada de que um dos vendedores do estabelecimento estaria aplicando o chamado “golpe do consórcio”. No texto, o gerente afirma que o vendedor Gian foi afastado de suas funções.

Confira a nota na íntegra:

Sobre a matéria intitulada "CN Motos é denunciada por aplicar golpes na cidade de Timon", veiculada no portal VIAGORA no dia 17/04/2017, a empresa CN Motos esclarece que: 

1) A empresa não foi procurada pelo portal VIAGORA para nenhum tipo de esclarecimento a respeito do assunto;

2) A gerência da CN Motos já entrou em contato com o cliente e está apurando o caso; 

3) O vendedor citado na matéria foi imediatamente afastado de suas funções;

4) Até o presente momento a CN Motos desconhece qualquer ação judicial referente ao fato citado; 

5) A CN Motos fornece recibo oficial da empresa e nota fiscal de todos os produtos e serviços comercializados; 

6) Com relação a comercialização de cotas de consórcio, a CN Motos orienta aos seus clientes a pagarem ao vendedor apenas e tão somente a primeira parcela, exigindo do mesmo o recibo oficial da empresa, autenticado; oferecemos ainda aos clientes a opção de pagamento através de cartão de crédito, ainda mais segura;

7) Orientamos ainda aos clientes que as demais parcelas, taxas e/ou lances devem ser pagos através de boletos na rede bancária autorizada, e nunca diretamente ao vendedor; 

8) A CN Motos trabalha rigorosamente dentro da legislação do setor, tendo destaque dentre as concessionárias Honda em todo Brasil pelo compromisso e seriedade na prestação de serviços e comercialização de produtos Honda em todas as regiões onde atua, desde 1997.

9) A gerência da CN Motos está a disposição de qualquer cliente para dirimir eventuais dúvidas a respeito de produtos, serviços, negociações e pagamentos de qualquer natureza.

Atenciosamente, 

Jairo Mazuad

Gerente - CN Motos

A vítima

Na manhã desta quarta-feira (19), o Viagora entrou em contato com a vítima que relatou o caso, e a mesma informou que não foi procurada pela gerência da CN Motos, como informou na nota.

Relembre o caso

Uma das vítimas do suposto golpe, denunciou ao Viagora que o vendedor da loja localizada na Avenida Presidente Médici, de nome Gian, foi até sua casa oferecendo adesão a um consórcio em andamento de uma motocicleta. Dias depois, o mesmo vendedor afirmou que havia possibilidade de contemplação, devido a uma desistência, para isso, era preciso que a vítima pagasse o valor de R$ 3.400,00. A vítima repassou o dinheiro, mas até hoje não recebeu o veículo e descobriu que nem a adesão ao consórcio foi feita em seu nome.

Mais conteúdo sobre: