Política

Contas da campanha de Marllos Sampaio a prefeito são desaprovadas

O TRE-PI decidiu em unanimidade e de acordo com o parecer do Procurador Regional Eleitoral, Israel Gonçalves Santos Silva.
ISABELA DE MENESES
30/08/2017 09h17 - atualizado

Nessa terça-feira (29), o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), realizou sessão e manteve a sentença do juiz da 41ª Zona Eleitoral de Esperantina, que julgou como desaprovas as contas do Diretório Municipal do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), referentes a campanha das eleições de 2016. O candidato a prefeito do partido foi Marllos Sampaio, que ficou em 2º lugar.

O TRE-PI decidiu em unanimidade e de acordo com o parecer do Procurador Regional Eleitoral, Israel Gonçalves Santos Silva, pela desaprovação das contas prestadas. O relator do processo foi o juiz, Paulo Roberto de Araújo Barros, que também foi favorável a desaprovação.

  • Foto: Saulo Cruz/Agência CâmaraMarllos Sampaio (PMDB-PI)Marllos Sampaio (PMDB-PI)

Segundo o TRE-PI, o partido não concordou com a desaprovação do juiz eleitoral da 41º zona e recorreu da decisão. Mesmo assim, o Tribunal julgou como não prestadas as contas e manteve a decisão. Já, que assim como o juiz de Esperantina, considerou que o PMDB, “não declarou receita estimada ou despesa com contador, o que teria contrariado, segundo ele, o art. 29 § 1º da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.463/15”.