Piauí

Daniel Oliveira diz controlar uma rebelião de agentes penitenciários

Os agentes penitenciários da Casa de Custódia entraram em greve reivindicando ajustes ajustes salariais e estavam impedindo visitas aos presos.
VITOR FERNANDES
15/09/2017 17h56 - atualizado

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, afirmou que, enquanto as forças de segurança pública estavam na Casa de Custódia nesta sexta-feira (15) para cumprir a ordem judicial que determinou o restabelecimento das visitas e recebimento de presos, os agentes penitenciários que faziam greve estavam se rebelando contra o Estado.

  • Foto: SejusDaniel Oliveira diz controlar uma rebelião de agentes penitenciários.Daniel Oliveira diz controlar uma rebelião de agentes penitenciários.

“O que estamos controlando é uma rebelião de agentes penitenciários. O papel da Secretaria de Justiça, enquanto representante do Estado, é garantir o cumprimento da lei e a ordem nos estabelecimentos, assegurando que a sociedade não sofra com isso. O que vimos por parte dos agentes foi uma rebelião deles contra o Estado”, asseverou.

  • Foto: SejusOs agentes penitenciários haviam iniciado greve no dia 11 de setembro.Os agentes penitenciários haviam iniciado greve no dia 11 de setembro.

Às 5h da madrugada de hoje, foi deflagrada a Operação Habitar, com a presença de tropas da Polícia Militar nas áreas interna e externa da Casa de Custódia, por determinação da Secretaria de Justiça, para que fizessem cumprir a decisão do Tribunal de Justiça do Piauí determinando que a retomada dos serviços essenciais nas unidades prisionais.

Dentre esses serviços estão o recebimento de presos, visitas de familiares, advogados, servidores e outras pessoas ligadas ao sistema penitenciário e de justiça. A Operação Habitar foi concluída quando, após a intervenção das tropas de segurança, a entrada dos familiares foi franqueada para a visita ao pavilhão B.

“Estamos garantindo o cumprimento da lei e assegurando a ordem nos estabelecimentos prisionais, evitando que aconteçam motins, rebeliões, mortes e outros distúrbios”, disse o Daniel Oliveira.

Nessa quinta-feira (14), a Secretaria de Justiça emitiu ordem administrativa a todos os gerentes de presídios para que fosse cumprida decisão do TJ-PI que determinou a retomada de pelo menos 60% dos agentes ao serviço.