Piauí

Diretores do Liceu Piauiense são investigados por supostos abusos

A promotora de Justiça Maria Ester Ferraz resolveu investigar o caso após recebimento de abaixo-assinado de professores, funcionários e alunos do colégio.
ISABELA DE MENESES
24/08/2017 11h00 - atualizado

O Ministério Público do Estado (MP-PI), por meio da promotora de Justiça Maria Ester Ferraz de Carvalho, instaurou inquérito civil público, no dia 18 de agosto deste ano, após abaixo-assinado de professores, funcionários e alunos do colégio Liceu Piauiense, sobre o descontentamento com supostas irregularidades cometidas pelas diretoras da instituição.

Para instaurar o procedimento, a promotora também levou em conta a informação repassada pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc), de que seria realizado monitoramento intensivo na escola, com objetivo de solucionar os impasses relatados na denúncia. Porém, o MP não foi notificado sobre nenhum monitoramento realizado.

  • Foto: Street ViewColégio Liceu PiauienseColégio Liceu Piauiense

Dessa forma, a promotora expediu um Ofício à Seduc, pedindo informações a respeito das medidas efetivamente adotadas, com a respectiva documentação probatória, tendo em vista outro Ofício enviado pela Secretaria, no qual relatava que seria realizado monitoramento intensivo na escola no ano de 2017.