Política

Dudu diz que tem vergonha de ter feito campanha para Elmano Férrer

Ele se mostra indignado pelo posicionamento de Elmano Férrer (PTB) e Ciro Nogueira (PP).
VITOR FERNANDES
12/07/2017 16h40 - atualizado

O vereador Edilberto Dudu (PT) demonstrou-se indignado frente ao posicionamento de senadores piauienses nos votos da Reforma Trabalhista, que tramita no Senado Federal. Nessa terça-feira (11) os senadores Ciro Nogueira (PP) e Elmano Férrer (PTB) votaram a favor da proposta.

O vereador usou a tribuna da Câmara Municipal de Teresina na manhã desta quarta-feira (12) para se manifestar sobre os votos. “Quero iniciar registrando o meu repúdio aos dois senadores do Piauí que votaram favoráveis à Reforma Trabalhista e contra o povo trabalhador desse país”.

  • Foto: DivulgaçãoVereador DuduVereador Dudu

Dudu manifestou voto de repúdio ao senador Elmano e se diz estar envergonhado por ter levado o nome do senador aonde andou em 2014. “Não esperava ser apunhalado pelas costas pelo senador Elmano, quando dizíamos que era um senador que tinha compromisso com os mais pobres”, lamentou.

O petista também denunciou possível recebimento de vantagens por Elmano para votar a favor da Reforma. “Fala tanto de cargos, fala tanto de governo, que não tem cargo... Só pode ter tido muito cargo ou outras coisas nebulosas por trás pra ele ter votado da forma como votou contra os trabalhadores desse país”.

Em relação a ocupação de algumas senadoras do PT no final da manhã de ontem no Senado Federal impedido a sessão de debate da Reforma Trabalhista, Dudu diz que o partido reafirmou compromisso com a sociedade quando senadoras resistiram até o último momento para que o golpe mortal, como nomeou, não fosse dado, mas que o preço do golpe está sendo pago paulatinamente e essa de ontem teria sido mais uma.