Política

"Eleição sem Lula em 2018 é fraude", diz Wellington Dias

O gestor piauiense também diz que oposição tenta ganhar corrida presidencial no W.O.
GABRIEL SOARES
14/09/2017 11h00 - atualizado

Durante a concentração organizada em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ontem (13), o Governado Wellington Dias criticou processo judicial contra o ex-chefe do executivo. Segundo ele, a oposição tenta ganhar no "W.O.".

“Se o presidente Lula é tudo isso que dizem qual é o medo de enfrenta-lo nas urnas? É isso que não querem. E eleição sem Lula em 2018 é fraude”, declarou Wellington Dias.

  • Foto: AscomLula e Wellington em Teresina na última semanaLula e Wellington em Teresina na última semana

Para o governador, não se trata apenas da perseguição de Lula, mas também de um projeto político desenvolvido ao longo do governo do ex-presidente, além de desmantelar o patrimônio nacional. Ele também criticou a privatização da Eletrobrás Piauí pelo governo federal. "Querem vender uma empresa do Piauí, entregue para o Governo Federal, que agora querem vender por um real", afirmou.

Outro ponto citado pelo chefe do executivo estadual foi a denúncia contra a edição da Medida Provisória 471. A medida, que, é uma renovação da política industrial feita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Welington Dias encerou a fala, citando que não é somente em defesa de Lula, mas também da “defesa da democracia e de um projeto que acredita no Brasil”.

Mais conteúdo sobre: