Política

Elmano Férrer defende projeto de revitalização da Bacia do Parnaíba

Para Avelar Amorim, presidente da Rede Ambiental do Piauí (REAPI), o projeto do senador Elmano Férrer dará origem a um programa de Revitalização da Bacia do Parnaíba.
ISABELA DE MENESES
05/10/2017 09h35 - atualizado

O Senado Federal discutiu nessa quarta-feira (04), durante audiência pública conjunta da Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) e Comissão de Meio Ambiente, a proposta da discussão foi dos senadores piauienses Elmano Férrer (PMDB-PI) e Regina Souza (PT-PI).

Com a criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba, normas gerais para a revitalização da Bacia do Parnaíba foram criadas, além da busca de alternativas para a crise hídrica no estado do Piauí, como a Adutora do Sertão, também fizeram parte do debate.

“O rio Parnaíba abrange quase o Piauí na totalidade, 223 dos 224 municípios, e áreas do Maranhão e do Ceará. A Bacia do Parnaíba tem enorme importância econômica, social e cultural”, disse Elmano Férrer.

  • Foto: Agência SenadoSenador Elmano Férrer (PMDB)Senador Elmano Férrer (PMDB)

O projeto de Elmano, que estabelece normas gerais para a revitalização da Bacia hidrográfica do rio Parnaíba, com estabelecimento de princípios basilares, como a gestão participativa, integrada e descentralizada dos recursos hídricos, a conservação e a recuperação das áreas protegidas e consciência ambiental, também foi discutido. 

Para Avelar Amorim, presidente da Rede Ambiental do Piauí (REAPI), o projeto do senador Elmano Férrer dará origem a um programa de Revitalização da Bacia do Parnaíba, que visa subsidiar a formulação de leis e políticas públicas.

“Garante a articulação e integração entre os vários órgãos dos governos do Piauí, Ceará, Maranhã, órgãos federais e municipais, para que promovam o conhecimento e a participação dos múltiplos órgãos governamentais e sociais como instrumentos de revitalização e desenvolvimento sustentável da Bacia”, disse Avelar Amorim.

Mais conteúdo sobre: