Política

Elmano Férrer quer transposição de águas da Amazônia para o Nordeste

O parlamentar piauiense enfatizou que o Brasil vive “um momento dramático” e que é responsabilidade do Congresso Nacional, como “Casa da Federação”, buscar alternativas que supram o desabastecimento.
ISABELA DE MENESES
07/09/2017 15h11 - atualizado

Na última segunda-feira (04), o senador Elmano Férrer (PMDB-PI) criticou a falta de planejamento estratégico de longo prazo para o abastecimento de água no Brasil, enfatizando o semiárido nordestino.

O parlamentar piauiense enfatizou que o Brasil vive “um momento dramático” e que é responsabilidade do Congresso Nacional, como “Casa da Federação”, buscar alternativas que supram o desabastecimento.

“Quero provocar uma discussão: a transferência de águas da Bacia Amazônica, ou das bacias da Hileia Amazônica, para que haja uma interligação daqueles rios caudalosos, que representam 8% da água doce do mundo, e numa região pobre, uma região carente, com crise, que é o semiárido. Lá é o Trópico Úmido”, disse o senador.

  • Foto: Waldemir Barreto/Agência SenadoSenador Elmano Férrer (PMDB)Senador Elmano Férrer (PMDB)

Segundo a Agência Senado, também informou que apresentou requerimento na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo para a realização de audiência pública sobre a transferência de águas da Bacia Amazônica para o Semiárido nordestino, já que acredita que um estudo sobre o assunto seja uma das saídas para a crise hídrica.

“No Nordeste é o Trópico Semiárido. E aqui é uma região de cerrado próxima ao Pantanal. Daí a dimensão continental e essas várias regiões, que é um desafio a todas as autoridades”, concluiu Elmano.

Mais conteúdo sobre: