Piauí

Esporte Clube Flamengo é investigado pelo Ministério Público

O procurador José Wellington de Carvalho Soares foi quem determinou a apuração sobre o caso, no dia 05 de maio deste ano.
RAYANE TRAJANO
06/05/2017 18h09 - atualizado

O Ministério Público do Trabalho no Piauí instaurou investigação através de inquérito civil, contra o Esporte Clube Flamengo, presidido pelo ex-vereador Tiago Vasconcelos. O procurador do Trabalho José Wellington de Carvalho Soares, foi quem determinou a apuração no dia 05 de maio.

A entidade desportiva, que atualmente tem escritório na Rua Coelho Rodrigues, centro de Teresina, foi autuada após fiscalização do trabalho no Piauí. Entre as irregularidades encontradas estava a manutenção dos atletas profissionais em alojamento com instalações elétricas inseguras, além disso a direção deixou de inspecionar ou controlar periodicamente tais instalações, oferecendo riscos à saúde e à vida dos profissionais alojados no local.

O procurador ressaltou “o dever legal do empregador de cumprir e fazer cumprir todas as normas de segurança e medicina do trabalho, nos termos do art. 157, inciso I, da CLT”. Assim, determinou a apuração detalhada dos fatos para que sejam adotadas as providências cabíveis.

Outro lado

O Viagora tentou contato com o presidente do time, Tiago Vasconcelos, mas não conseguiu localizá-lo para comentar o caso. O espaço está aberto para futuras manifestações.