Geral

"Estou aqui para lutar", diz Monalysa Alcântara sobre racismo

Desde a coroação, a Miss sofre ataques racistas nas redes sociais.
RAYANE TRAJANO
23/08/2017 10h04

A Miss Brasil Monalysa Alcântara concedeu entrevista à revista Veja, onde comentou sobre a luta contra o racismo. “O racismo é crime e eu estou aqui para lutar e dar voz contra ele”, disse a piauiense.

Aos 18 anos, a estudante de Administração conquistou o título de mulher mais bonita do Brasil. Desde a coroação, a Miss sofre ataques racistas nas redes sociais. Recebeu inclusive apoio de artistas e parlamentares.Ontem (22), a OAB do Piauí emitiu nota de repúdio aos ataques.

  • Foto: Miss Brasil Be EmotionMonalysa AlcântaraMonalysa Alcântara

Na entrevista concedida à Veja, Monalysa foi questionada sobre o fato de duas negras serem vencedoras do consurso em sequência. “Acredito que estão enxergando a mulher negra como sempre deveriam: é uma mulher como qualquer outra, que tem sua beleza, sua personalidade e sua luta. Por muito tempo, fomos marginalizadas e vistas como feias e solitárias, mas hoje isso está mudando. O racismo é crime e eu estou aqui para lutar e dar voz contra ele”, respondeu a Miss.

Sobre a disputa de Miss Universo, Monalysa disse que está confiante. “Eu sempre acreditei no meu potencial, mesmo muitas vezes o mundo dizendo o contrário. Eu vou lutar, vou me preparar e vou representar muito bem meu país, estou disposta e determinada e irei transmitir essa energia”, declarou.

Mais conteúdo sobre: