Polícia

Estudantes que fraudaram o Enem terão resultado anulado

Cerca de 13 participantes fraudaram as provas do certame.
JOSEFA GEOVANA
12/09/2017 12h11 - atualizado

Os participantes que foram indiciados por crime de fraude em provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão o resultado de suas provas anulado. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 13 participantes fraudaram as provas do certame.

  • Foto: DivulgaçãoProvas EnemProvas Enem

De acordo com o instituto, grande parte dos indiciados conseguiram se matricular nas universidades federais do norte e nordeste, em cursos bastante concorridos como medicina e odontologia. Dez dos indiciados realizaram o exame no ano de 2016, e os outros três no ano de 2015.

As fraudes foram descobertas pela Polícia Federal através da operação Jogo Limpo, deflagrada no ano de 2016, nos estados do Piauí, Maranhão, Paraíba, Pará, Ceará, Tocantins e Amapá para evitar que ocorram fraudes no exame.

O Inep, solicitou ao Ministério da Educação, que as instituições se manifestem e tomem medidas administrativas. O órgão afirmou que irá aderir a estratégias propostas pela Polícia Federal na realização dos exames. Os cadernos de provas irão ser modificados e passarão a ter o nome e número de inscrição do participante.

Mais conteúdo sobre: