Polícia

Ex-prefeito Inocêncio Leal e empresário são presos na Operação Pastor

Há mandados judiciais sendo cumpridos nos municípios piauienses de Dom Inocêncio e São Raimundo Nonato, sul do Piauí.
RAYANE TRAJANO
21/06/2017 07h28 - atualizado

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (21), a Operação Pastor, com objetivo de combater ações de um grupo criminoso que atuava praticando desvios de recursos públicos federais. A estimativa é que os alvos da operação já causaram prejuízo que ultrapassa R$ 5 milhões aos cofres públicos.

No início da manhã, já foram presos o proprietário das Construtora Genipapo Ltda e Construtora Olho D' Agua Ltda , Décio de Castro Macedo e o ex-prefeito de Dom Inocêncio, Inocêncio Leal Parente.

  • Foto: DivulgaçãoInocêncio LealInocêncio Leal

Há mandados judiciais sendo cumpridos em Teresina, Dom Inocêncio e São Raimundo Nonato, sul do Piauí, além do Distrito Federal. Os trabalhos estão sendo realizados conjuntamente com a Controladoria Geral da União (CGU).

O grupo criminoso é investigado pela prática de desvio-peculato, fraudes em licitações, corrupção ativa e passiva.

De acordo com a Polícia Federal, foram desviados recursos do Ministério da Educação, Codevasf e Funasa.

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraDelegado Albert Moura da Polícia FederalDelegado Albert Moura da Polícia Federal

Estão sendo cumpridos mandados de prisão, de conduções coercitivas, e de buscas e apreensão, expedidos pelo juiz da Subseção Judiciária Federal em São Raimundo Nonato.

Mais conteúdo sobre: