Piauí

Ex-prefeito Valdifrâncis é condenado a devolver R$ 366 mil

O TCE-PI julgou como irregular as contas da prefeitura de São João da Fronteira, referente ao ano de 2013.
YURY PONTES
01/04/2017 15h57 - atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) julgou como irregular as contas da prefeitura de São João da Fronteira, referente ao ano de 2013. O acórdão n° 398/2017 é de 22 de fevereiro, o processo teve como relator o conselheiro Joaquim Kennedy Nogueira Barros.

De acordo com a decisão, publicada no Diário Oficial do órgão, a prestação de contas foi julgada como irregular por inconsistências na contabilização de receitas, ausência de licitação para despesas de valores, consideravelmente altos, além de falta de iniciativa para reaver e  regularizar créditos no balanço patrimonial.

O ex-prefeito do município, Valdifrâncis Mendes Escórcio de Brito, foi multado em 750-UFR pelo TCE-PI e ainda deverá devolver aos cofres públicos R$ 366.712,15, por falta de providencia pra regularizar créditos no balanço patrimonial do município.

Outro lado 

Viagora ainda não conseguiu contato com o ex-prefeito Valdifrâncis para que ele pudesse esclarer sobre a decisão de  imputação de débito em valor de mais de R$ 360 mil.