Política

Ex-presidente Lula vira réu pela sétima vez na Justiça Federal

A defesa de Lula afirmou em nota que o ex-presidente não praticou nenhum ato ilícito.
RAYANE TRAJANO
20/09/2017 08h14

O ex-presidente Luís Inácio Lua da Silva (PT) virou réu pela sétima vez em ações penais. Ontem (19), o juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara federal de Brasília decidiu receber denúncia contra Lula por corrupção passiva, na Operação Zelotes.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal afirma que Lula recebeu propina para editar uma Medida Provisória (MP) para favorecer empresas do setor automotivo.

  • Foto: Thiago LuísLula em jantar em TeresinaLula em jantar em Teresina

A MP 471, assinada pelo então presidente em novembro de 2009, prorrogou os benefícios fiscais concedidos às montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

De acordo com o G1, a defesa de Lula afirmou em nota que o ex-presidente não praticou nenhum ato ilícito.

Veja a nota na íntegra:

Com relação à aceitação pela 10ª. Vara da denúncia da operação Zelotes, a defesa do ex-presidente Lula esclarece que:

- A inocência do ex-presidente Lula deverá ser reconhecida também neste processo porque ele não praticou qualquer ilícito.

- A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal não tem materialidade e deve ser compreendida no contexto de lawfare que vem sendo praticado contra Lula, usando de processos e procedimentos jurídicos para fins de perseguição política.

- O ex-presidente jamais solicitou, aceitou ou recebeu qualquer valor em contrapartida a atos de ofício que ele praticou ou deixou de praticar no cargo de Presidente da Republica.

CRISTIANO ZANIN MARTINS

Mais conteúdo sobre: