Geral

Fábio Abreu quer unificação da contagem de crimes dos estados

Segundo o secretário piauiense, a metodologia atual leva a equívocos em pesquisas.
ISABELA DE MENESES
31/08/2017 11h05 - atualizado

Os secretários de Segurança Pública do Nordeste enviaram, nessa quarta-feira (30), uma carta conjunta à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) cobrando a unificação da contagem de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em todo o Brasil. O secretário Fábio Abreu é um deles.

Segundo o secretário piauiense, essa metodologia leva a equívocos em pesquisas.

“A metodologia desses Estados faz com que um Estado que tenha mais homicídios apareça estatisticamente como se fosse menos violento do que o Piauí e outros Estados do Nordeste que contabilizam individualmente cada vítima”, disse Fábio Abreu.

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraSecretário de Segurança Fábio AbreuSecretário de Segurança Fábio Abreu

Dentro das reivindicações estão, garantir aos estados a gestão do Fundo Nacional de Segurança Pública, além de incluir a possibilidade de utilizar recursos deste Fundo Nacional de Segurança Pública, para bancar despesas de custeio, como acontece com o pagamento das diárias da Força Nacional.

Também participam do encontro representantes da Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Mais conteúdo sobre: