Piauí

Falta de água em Teresina deve ser resolvida até 2020

Um audiência pública na Alepi discutiu a crise hídrica no Piauí.
RAYANE TRAJANO
08/10/2017 17h35

O presidente da Águas de Teresina, Ítalo Jofilly, disse durante audiência pública, que discutiu a crise hídrica no Piauí, na Assembleia Legislativa, na última semana, que a empresa já conseguiu amenizar a situação de abastecimento em 20 áreas da capital, mas que a solução deve acontecer até 2020.

Jofilly considera que as ações implementadas até agora estão surtindo efeito e quando não é possível atender emergencialmente com o sistema regular de abastecimento estão sendo providenciados carros-pipa, de modo que a população não fique sem água neste período mais quente do ano.

  • Foto: DivulgaçãoDiretor presidente da Águas de Teresina, Italo Joffily.Diretor presidente da Águas de Teresina, Italo Joffily.

Ele informou que estão sendo realizadas conversas com lideranças comunitárias e quer abrir esse canal, até mesmo de forma individual, com os deputados para que nas próximas discussões o diálogo possa ser mais aprofundado e positivo, colocando-se à disposição para o fornecimento de quaisquer informações.

O presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim também participou da audiência. Os representantes da Agespisa e da Águas de Teresina comprometeram-se em apresentar à Alepi, no prazo de 15 dias, os planos de ações e investimentos que estão em andamento ou serão iniciados para a regularização do abastecimento de água na capital e no interior.

Mais conteúdo sobre: