Geral

Farmacêutico faz alerta sobre uso incorreto de medicamentos

O dia 05 de maio é o dia nacional contra o uso incorreto de medicação.
VITOR FERNANDES
06/05/2017 15h30 - atualizado

O dia 05 de maio é o Dia Nacional Contra o Uso Incorreto de Medicação, data usada para alertar a população sobre os riscos da prática. Os medicamentos são a principal causa de intoxicação no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. O farmacêutico, Mikael Andrade (CRF-PI 1372), alerta sobre o problema.

“Os riscos podem ser graves ou até fatais, dependendo do medicamento e a dose a ser administrada. Tudo deve ser analisado antes da tomada do medicamento, desde a necessidade do paciente até o modo de usar”, disse o farmacêutico ao Viagora.

  • Foto: Internet/AbraleProduto farmacêuticoProduto farmacêutico

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) informou sobre os medicamentos de venda livre, que são aqueles que não precisam de receita para serem comprados. A Agência ressalta que medicamentos de venda livre não quer dizer que o consumo seja livre.

Remédios para dor de cabeça, gripe, má-digestão e outros tipos de mal-estar têm efeitos colaterais mais brandos, mas não devem ser usados por muito tempo. Caso o mal-estar continue deve-se procurar um farmacêutico. O consumo de medicamentos por muito tempo pode mascarar os sintomas de um problema mais sério.

Mikael Andrade afirmou que a sociedade busca na automedicação respostas imediatas para alguns insucessos, frustações e patologias. O farmacêutico criticou a venda incorreta e irregular de medicação. “Medicamentos só podem ser comercializados em farmácias ou drogarias. Entretanto alguns locais ainda tentam burlar a lei agindo de maneira irregular. Isso é uma prática criminosa à saúde da população, que poderá receber uma assistência descontextualizada sobre o medicamento e possivelmente agravará o seu quadro de saúde”, avaliou.