Política

Firmino Filho era identificado como "Fifi" na lista da Odebrecht

De acordo com os depoimentos de ex-diretores do grupo Odebrecht, Firmino recebeu R$ 500 mil para sua campanha eleitoral de 2012.
RAYANE TRAJANO
16/04/2017 08h17 - atualizado

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) é um dos seis prefeitos de capitais citados na Lava Jato, nas delações de ex-diretores do grupo Odebrecht. A documentação liberada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), revela que o codinome usado para identificar Firmino Filho era "Fifi".

  • Foto: Samantha CavalcaListaLista

De acordo com os depoimentos, Firmino recebeu R$ 500 mil para sua campanha eleitoral de 2012. 

Os depoimentos em que Firmino é citado pelo recebimento do repasse, são os de José de Carvalho Filho, ex-diretor da Odebrecht e Alexandre José Lopes Barradas, ex-diretor da Foz do Brasil. De acordo com eles, o valor foi pago “a pretexto de doação eleitoral”.

  • Foto: Facebook/Firmino FilhoFirmino FilhoFirmino Filho

Como prefeitos não possuem foro por prerrogativa de função no Supremo Tribunal Federal (STF), o processo foi enviado ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.