Piauí

Franzé afirma que reajustes salariais devem ocorrer em maio

Atualmente, médicos, delegados, policiais, agentes penitenciários e outras categorias cobram aumento de salário.
MARCOS CUNHA
01/04/2017 13h04 - atualizado

O secretário de Administração do Estado, Franzé Silva, informou durante entrevista ao Viagora, neste sábado (01), que os reajustes salariais cobrados por várias categorias só devem acontecer a partir do mês de maio, após o resultado das receitas do Governo no primeiro quadrimestre.

Atualmente, médicos, delegados, policiais, agentes penitenciários e outras categorias cobram aumento de salário. Segundo Franzé, o Governador Welligton Dias tem se manifestado publicamente que só vai tratar da possibilidade de reajuste após o fechamento do quadrimestre.

  • Foto: DivulgaçãoFranzé Silva, secretário de Administração do EstadoFranzé Silva, secretário de Administração do Estado

“Ele [Governador] não pode fazer nenhum compromisso que não tenha uma segurança de comportamento dos repasses federais, até para não acontecer uma frustação como aconteceu no governo anterior, onde se prometeu dar reajuste e depois não se cumpriu, deixando o Governo fora do limite prudencial e com atraso de salários”, explicou o secretário.

O secretário afirmou que a preocupação maior do Estado é manter o calendário atual de pagamentos em dia e os serviços funcionando. “Qualquer impasse no uso de despesas, a gente tem que ter a segurança financeira para ver se o estado não vai se desorganizar”, disse.

Os médicos da rede estadual de Saúde já decidiram paralisar suas atividades a partir desta segunda-feira (03), em protesto ao não cumprimento de reajuste salarial. Eles cobram a implantação do piso nacional da categoria, e afirmam que acordos firmados desde 2015 não foram cumpridos por parte do Governo.

Mais conteúdo sobre: