Piauí

Governo do Piauí economiza R$ 30 milhões em dois meses

Em percentuais, ocorreu uma redução nominal de 23% nas despesas de custeio do Executivo nos meses de janeiro e fevereiro de 2017.
MARCOS CUNHA
06/04/2017 07h56 - atualizado

O Estado do Piauí apontou uma economia de cerca de R$ 30 milhões nesses dois primeiros meses do ano de 2017, no que se refere aos gastos custeados pela Fonte de Recursos Ordinários do Tesouro Estadual, segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado do Piauí (Siafe-PI).

Nos meses de janeiro e fevereiro, o Poder Executivo liquidou despesas classificadas como 'Outras Despesas Correntes', no valor total de R$ 99.987.491, enquanto no mesmo período do ano passado foi liquidado o valor de R$ 129.464.495,94.

Os dados demonstram uma redução nominal de 23% nas despesas de custeio. Considerando a inflação, ou seja, o valor real, essa economia é ainda maior, de 28%, o que equivale a uma redução de R$ 38,21 milhões.

  • Foto: AscomWellington DiasWellington Dias

  • Essas outras 'Despesas Correntes' são as relativas, principalmente ao custeio da máquina administrativa, tais como gastos com terceirizados, locação de veículos, combustível, diárias, etc.

“O Governo do Estado vem buscando melhorar a qualidade dos gastos públicos privilegiando a alocação dos recursos em ações que trazem melhoria efetiva para população. Foram gastos, por exemplo, nos dois primeiros meses desse ano, R$ 17,63 milhões a mais com educação e saúde, comparado ao mesmo período do ano passado”, afirmou o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles.

Os dados referentes aos gastos com educação e saúde foram publicados no Relatório Resumido de Execução Orçamentária, documento oficial que dispõe de informações relevantes quanto à execução das despesas. O referido documento foi publicado pelo Governo do Estado, no último dia 30 de março, no Diário Oficial do Estado.

Mais conteúdo sobre: