Polícia

Greco prende quadrilha interestadual de explosão a bancos

Os presos são suspeitos de participarem ativamente de explosões em agências bancárias e caixas eletrônicos em Timon (MA), Codó (MA) e Teresina (PI).
RAYANE TRAJANO
20/09/2017 07h48 - atualizado

A Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Greco), prendeu na noite dessa terça-feira (19), em Teresina, membros de uma quadrilha que promoveu ataques a instituições financeiras no Piauí e Maranhão. Ao todo sete pessoas foram presas.

Com os suspeitos, o Greco apreendeu vários explosivos e dinheiro, algumas cédulas estavam queimadas e rasgadas, consequências das explosões.

  • Foto: Divulgação/ Polícia CivilPresos pelo GrecoPresos pelo Greco

Os presos são suspeitos de participarem ativamente de explosões em agências bancárias e caixas eletrônicos em Timon (MA), Codó (MA) e Teresina (PI).

“Nós apreendemos os instrumentos que eles utilizavam, os equipamentos que estavam confeccionando os explosivos e o depoimento deles dá conta de como eles agiram e onde eles agiram. Nós não temos dúvidas, em função do depoimento que eles prestaram, realmente esses indivíduos fizeram ações tanto no estado do Piauí, quanto no estado do Maranhão”, disse o secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu.

  • Foto: Divulgação/ Polícia CivilPresos por explosão a bancosPresos por explosão a bancos

De acordo com o secretário, as pessoas presas são reincidentes e novas prisões podem acontecer com a continuação da investigação desses ataques a bancos e caixas eletrônicos.

Mais conteúdo sobre: