Geral

Grupo JBS é alvo de nova operação da Polícia Federal

Dessa vez a operação investiga ganhos que o grupo JBS teve no mercado.
ISABELA DE MENESES
09/06/2017 13h30 - atualizado

Depois da homologação da delação premiada que envolve o presidente Michel Temer, as empresas da família de Joesley Batista voltam a ser alvo, na manhã desta sexta-feira (09), por volta das 10 horas, de mais uma operação da Polícia Federal. Dessa vez a operação investiga ganhos que o grupo JBS teve no mercado com informações privilegiadas com a Procuradoria-Geral da República.

Segundo notícia divulgada pela Veja, os agentes da Polícia Federal foram à sede da JBS e também da FB Participações, empresa também controlada pela família de Joesley. Os investigadores verificam se os controladores do conglomerado obtiveram lucros com a compra de dólares e a venda de ações do grupo às vésperas de virem a público informações sobre a delação premiada.

  • Foto: ReproduçãoJoesley Batista, um dos donos do grupo JBSJoesley Batista, um dos donos do grupo JBS

A Veja também informou que se estima que, apenas com operações de câmbio, o grupo tenha lucrado mais de 600 milhões de reais horas antes do vazamento das primeiras informações sobre a delação premiada. As transações também são investigadas pelo Banco Central.

Mais conteúdo sobre: