Piauí

Guilhermano Pires diz que Ponte do Meio será liberada em junho

Outras obras de mobilidade estão sendo concluídas e já têm previsão de entrega.
GABRIEL SOARES
19/05/2017 16h24 - atualizado

O secretário de Estado dos Transportes, Guilhermano Pires, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER), Castro Neto, apontaram a previsão de entrega de obras de mobilidade em Teresina executadas por ambos. São elas: a Ponte do Meio (ao lado da ponte Juscelino Kubitschek), o elevado da Avenida Miguel Rosa, o Rodoanel e a duplicação de trechos das BRs 316 e 343. A estimativa das datas foi feita durante audiência na Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), nessa quinta-feira (18).

De acordo com Guilhermano Pires, a Ponte do Meio será liberada ao tráfego em junho. A implantação da iluminação e arborização do trecho será feita em julho pela Strans. A construção do projeto e a recuperação da ponte JK custaram R$ 24 milhões. O Rodoanel, foi orçado em R$ 125 milhões e está 95% concluído.

  • Foto: Marcelo CardosoExtensão da ponte JKExtensão da ponte JK

Porém, não foi entregue ainda porque a construtora responsável está com problemas financeiros. “A empresa responsável está com problemas em outras obras no país, mas para o governo não seria bom judicializar a questão, visto que está muito próximo da conclusão do Rodoanel”, afirmou Pires. A via vai reduzir em, pelo menos, 5 mil o número de veículos de carga que atravessam a área urbana da capital.

Castro Neto afirmou que a duplicação da BR 316 segue normalmente e deve ser inaugurada em 2018, ao custo de R$ 65 milhões, com recursos oriundos do Pro-Investe. O diretor afirma que 20% dos trabalhos foram concluídos. Já a BR 343 está com as obras paradas devido a impossibilidade da empresa responsável de continuar por questões administrativas. A segunda colocada na licitação já foi chamada pelo DER, mas não respondeu ao executivo. “Acreditamos, apesar disso, que no primeiro semestre a duplicação estará pronta”, comentou Castro Neto. A duplicação da BR 343 custará R$ 34 milhões com recursos do Pro-desenvolvimento II.

O elevado da Avenida Miguel Rosa, que vai facilitar o trânsito na saída Sul de Teresina, está 40% concluído e deve ficar pronto até o fim do ano. A obra custa R$ 24 milhões e “vai trazer muito benefício quando estiver concluída”, disse o diretor do DER. Os recursos são do Pro-Desenvolvimento II.