Piauí

Intenção de compras dos teresinenses é maior que em 2016

O Nível de consumo atual revela que 27,0% das famílias da capital estão propensas a consumir mais.
ISABELA DE MENESES
20/04/2017 12h43 - atualizado

No final do mês de março de 2017 a Federação do Comércio no Piauí (Fecomercio) realizou pesquisa a respeito da intenção de consumo das famílias de Teresina, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens e Turismo. Os resultados mostram crescimento no número de interessados em realizar compras no determinado mês.

O Nível de consumo atual revela que 27,0% das famílias da capital estão propensas a consumir mais do que o mesmo período de 2016. Na pesquisa foi registrado que 35,4% dos entrevistados que a renda atual está melhor neste mês do que no mesmo período do ano passado. Mas, 45,0% disseram que a renda atual ficou igual à do ano de 2016.

Para as famílias com faturamento mensal abaixo de 10 salários mínimos o nível de consumo atual ficou em 91,7 pontos, enquanto que nas classes com renda de mais de 10 salários mínimos, o índice de março chegou a 125,0 pontos. Os bens de consumo mais procurados são so duráveis, como geladeiras, TV, automóveis e outros.