Piauí

Irmã do prefeito Rubens Vieira é conduzida na operação do Gaeco

Também estão envolvidos o presidente da licitação da época, o pregoeiro e um contador.
ISABELA DE MENESES
07/04/2017 11h09 - atualizado

A irmã do Prefeito Rubens Vieira (PSDB), de Cocal do Piauí, identificada como Auricélia, foi uma das conduzidas na Operação Escamoteamento do Ministério Público do Estado (MPE-PI), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrada na madrugada desta sexta-feira (07), que teve a cidade como um dos alvos do esquema de fraude em licitações.

  • Foto: Divulgação/PRFEmpresa de  Joaquim VianaEmpresa de Joaquim Viana

No município também estão envolvidos o presidente da licitação da época, Jefse, o pregoeiro Jhon Brendan e o contador, Joaquim Viana, que fazia parte do esquema com sua empresa, a JL contabilidade que também era locadora de mão de obra e forneceu cerca de 100 funcionários para o município, mas o serviço documentado e pago não existiu.

  • Foto: Divulgação/PRFDiligências na Câmara Municipal de CocalDiligências na Câmara Municipal de Cocal

A Câmara dos vereadores da cidade também está sendo alvo das investigações. Segundo o coordenador do Gaeco, promotor Romulo Cordão, “a prefeitura de Cocal repassava valores de R$ 200 mil as empresas por licitações. No Maranhão, esses valores chegavam a ser até dez vezes mais”.

Mais conteúdo sobre: