Polícia

Joesley Batista presta novo depoimento na Polícia Federal

A suspeita é que os controladores do grupo JBS podem ter evitado a perda do valor de R$ 138 milhões.
ISABELA DE MENESES
09/08/2017 11h40 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira (09), por volta das 9h15, Joesley Batista, dono da JBS, chegou a sede da Polícia Federal, em São Paulo, para mais um depoimento.

O depoimento do empresário é sobre investigação que trata se Joesley evitou perda de vendas de ações depois que fez o acordo de delação premiada. O Ministério Público Federal que investiga o caso.

  • Foto: Facebook/Joesley BatistaJoesley Batista da JBSJoesley Batista da JBS

A suspeita é que os controladores do grupo JBS podem ter evitado a perda do valor de R$ 138 milhões, por meio da venda de ações às vésperas dos executivos da empresa fecharem o acordo de delação.

Os membros da JBS assinaram o acordo de delação premiada no dia 03 de maio deste ano. Do acordo até hoje, as ações da empresa caíram aproximadamente 40%. 

A empresa JBS sofreu busca e apreensão na Operação Tendão de Aquiles, que investiga casos de uso de informações privilegiadas por grandes empresas.

Mais conteúdo sobre: