Política

Joesley diz que Ciro Nogueira falou em ‘derrubar a Lava Jato’

A fala está na nova gravação obtida pelo MPF, de conversa entre executivos da JBS.
RAYANE TRAJANO
05/09/2017 16h22 - atualizado

O senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do Partido Progressista (PP) é um dos políticos citados nos novo áudios, obtidos pelo Ministério Público Federal, de uma conversa entre Joesley Batista e Ricardo Saud, executivos da J&F. Os dois comentam que há uma gravação em que Ciro fala em “derrubar a Lava Jato”.

No aúdio divulgado pela revista Veja, hoje (05), Saud relata a Joesley uma conversa que teve com Ciro Nogueira, quando o senador comentou que recebeu oferta de 40 milhões [não especifica a moeda] da Odebrech, mas Saud tenta convencer o senador de receber a suposta propina da JBS.

  • Foto: Edilson Rodrigues/Agência SenadoCiro NogueiraCiro Nogueira

"Falei com ele: Ciro, tenta receber da gente aqui. A Odebrecht queria dar 40 milhões lá fora, fez toda a papelada. A Odebrecht achando que ele ia roubar e não roubou, ele não aceitou e tal, peguei a mala, fui lá, pus, falei: ‘pega a roupa da minha irmã’ e ele falou ‘muito obrigado’", disse Saud a Joesley.

Em outro momento do áudio, Joesley comenta, entre risos, que poderiam mostrar à Procuradoria apenas uma parte da gravação da conversa com Ciro Nogueira.

“Ricardo, se nós mostrar (sic) só essa partezinha da fita do Ciro, sem as outras putarias, só a partezinha de que vai derrubar a Lava Jato, de que vai votar rapidinho e vai… Nossa senhora! Já pensou?”, perguntou Joesley.

Ouça o áudio: