Política

Juiz Moro condena Sérgio Cabral a 14 anos e 2 meses de prisão

Sérgio Cabral foi acusado de receber dinheiro como propina, no valor de R$ 2,7 milhões, pagos pela empreiteira Andrade Gutierrez.
ISABELA DE MENESES
13/06/2017 11h50 - atualizado

O juiz Sérgio Moro condenou o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, a 14 anos e 2 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro descobertos através da Operação Lava Jato.

Sérgio Cabral foi acusado de receber dinheiro como propina, no valor de R$ 2,7 milhões, pagos pela empreiteira Andrade Gutierrez, de 2007 a 2011, pelas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), propriedade da Petrobras.

  • Foto: Agência BrasilSérgio Cabral é condenado a 14 anos e 2 meses de prisãoSérgio Cabral é condenado a 14 anos e 2 meses de prisão

Segundo notícia do Estadão, o juiz Sérgio Moro decidiu que o início da pena do ex-governador deve ser em regime fechado. “Entre os crimes de corrupção e de lavagem, há concurso material, motivo pelo qual as penas somadas chegam a catorze anos e dois meses de reclusão, que reputo definitivas para Sergio de Oliveira Cabral Santos Filho”, decretou Moro.

Mais conteúdo sobre: