Piauí

Mais de 7 mil pessoas foram contratadas no mês de julho no Piauí

O estado ocupa a quinta colocação no ranking do Nordeste na geração de empregos.
JOSEFA GEOVANA
18/08/2017 12h11 - atualizado

Foi divulgado nesta terça-feira (15) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) a relação com a quantidade de empregos formais no mês de julho, durante esse período o Piauí abriu cerca de 7.042 vagas no estado.

  • Foto: Agência BrasilCarteira de Trabalho

Por obter uma alta na quantidade de empregos ofertado no Piauí, o estado está ocupando a quinta colocação no ranking do Nordeste com a maior geração de empregos, segundo dados divulgados pelo Ministério do Trabalho.

O Piauí encerrou o mês de julho com o percentual de 0,08 admissões contratuais. Segundo o Caged, a alta nas ofertas de emprego também aconteceram devido aos avanços ocorridos em setores como a extrativa mineral (4,21), agropecuária (2,08), indústria de transformação (0,43) e o comércio (0,13).

O Piauí teve o saldo de 240 vagas em comparações entre demissões e admissões.