Polícia

Mão Santa confirma pré-candidatura a presidência em 2018

Em abril deste ano, o prefeito havia declarado que não deixaria a prefeitura para disputar a presidência, mas mudou de ideia, com a possibilidade de não precisar se afastar da prefeitura.
GABRIEL SOARES
15/05/2017 11h07 - atualizado

O prefeito de Parnaíba e ex-governador piauiense, Mão Santa, será lançado como pré-candidato à presidência pelo partido Solidariedade, nas eleições de 2018. Ele chegou a receber uma oferta de ser o vice-presidente da chapa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), mas recusou o convite.

  • Foto: AscomPrefeito Mão SantaPrefeito Mão Santa
  • O gestor vai formalizar sua pré-candidatura no congresso nacional do SD, em Belo Horizonte, em 24 de junho. A assessoria do prefeito informou que sua campanha será de oposição ao Partido dos Trabalhadores e seus aliados, como foi sua vitória em Parnaíba. Ele fará uma objeção dura contra o ex-presidente Lula. 

  • Em abril deste ano, o prefeito havia declarado que não deixaria a prefeitura para disputar a presidência, mas mudou de ideia, com a possibilidade de não precisar se afastar da prefeitura durante a candidatura. 

Mão Santa tem uma trajetória na política piauiense considerável, ingressando em  sete siglas (MDB, ARENA, PDS, PPR, PMDB, PSC e atualemente SD) e iniciou sua carreira como deputado estadual nas décadas de 1970 e 1980, até ser eleito primeiro suplente para deputado federal. Porém, desistiu do cargo ao ganhar as eleições para prefeito em 1988. Em 1994 foi eleito governador, mas fora cassado em 2001. Posteriormente, foi senador entre 2003 e 2011 e agora retornou a prefeitura e Parnaíba em 2016.

Mais conteúdo sobre: