Piauí

Margarete Coelho diz que comércio é o principal setor do Piauí

Ela participou do evento, que contou com a presença de Beth Furtado Leandro Karnal.
GABRIEL SOARES
28/05/2017 11h17 - atualizado

A vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho participou da 23ª edição da Convenção Lojista do Piauí, nesse sábado (27). O evento reuniu centenas de lojistas do estado no auditório da Uninovafapi e teve como tema "Inspirar, Mudar e Avançar" e trouxe na programação palestras de grandes nomes nacionais como Beth Furtado e Leandro Karnal.

  • Foto: Divulgação/Governo do EstadoMargareth Coelho destacou a importância do comércio na Convenção Lojista.Margarete Coelho destacou a importância do comércio na Convenção Lojista.

"O setor lojista é importantíssimo para o Piauí. É talvez uma das mais importantes atividades de produção e circulação de riquezas. Encontros como esse, em que os lojistas se reúnem para debater os problemas - mas também ouvir, se instruir e se renovar para conhecer novas práticas, são muito importantes", declarou Margarete Coelho.

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí, Sávio Normando, lembrou a importância da trajetória do evento para o empresariado local. "Sentimos até então o quão foi importante a realização de mais uma Convenção Lojista do Piauí, evento esse que tem proporcionado, ao longo desses 23 anos, muito conhecimento e informação de qualidade e, com certeza, servirá de muito para melhorar a qualidade das nossas atividades", destacou Normando.

Para a vice-governadora, o Governo do Estado tem todo interesse em apoiar as ações e o crescimento do setor lojista. "O comércio é o principal setor do nosso estado", afirmou Margarete, ressaltando a importância das mulheres para o crescimento da área.

Dentre os outros temas abordados na convenção, estiveram a busca por alternativas para incremento de receita e o comércio na internet.  A Convenção Lojista é uma realização da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí. O evento conta com o apoio do Banco do Nordeste, da Caixa Econômica Federal e do governo federal.

Mais conteúdo sobre: