Piauí

Miguel Leão tem segundo prefeito cassado em menos de seis meses

O prefeito eleito em 2016, Joel de Lima, foi cassado pelo TRE. O presidente da Câmara de Vereadores assumiu a gestão e também foi cassado em decisão desta segunda-feira (19).
MARCOS CUNHA
19/06/2017 18h00 - atualizado

A cidade piauiense de Miguel Leão deve seguir para o seu 3º prefeito em menos de seis, após decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TER-PI). Na sessão desta segunda-feira (19), o TRE manteve a cassação do registro de candidatura do vereador eleito Zé Abreu (PT), Presidente da Câmara Municipal e atual prefeito do município de Miguel Leão.

O vereador assumiu a Prefeitura após a cassação do prefeito eleito Joel de Lima (PSD).  Os suplentes Cleisson Batista Silva e Misael de Lima também tiveram os registros de candidatura cassados. A cidade já tem novas eleições marcadas para o dia 6 de agosto.

Por conta da cassação, o vice-presidente da Câmara Municipal deve assumir o cargo de prefeito da cidade, o terceiro a assumir a função somente em 2017.

Os parlamentares foram acusados de participarem de inaugurações durante o período de campanha eleitoral, prática considerada "conduta vedada" pela Legislação Eleitoral. A decisão da cassação se deu por maioria, com voto de desempate do Presidente do TRE-PI, desembargador Joaquim Dias de Santana Filho.

  • Foto: Divulgação/TRETRE-PI mantém cassação do presidente da Câmara Municipal de Miguel LeãoTRE-PI mantém cassação do presidente da Câmara Municipal de Miguel Leão

No mesmo julgamento, o TRE-PI decidiu reformar a decisão do juiz Eleitoral da 58º Zona Eleitoral para manter os registros de candidaturas de Francisco Barros de Sousa, João Luciano Vieira de Barros, Naiana de Sousa Araújo, Rositony Mendes Leal, Silvana Freitas Ribeiro Marques e Simone Mendes da Silva.