Geral

Ministério da saúde lança "Campanha Nacional de Doação de Sangue"

O objetivo é incentivar a doação regular de sangue.
JOSEFA GEOVANA
16/06/2017 08h30

Ministério da saúde lançou esta semana, a Campanha Nacional de Doação de Sangue de 2017, com o objetivo de incentivar a doação regular de sangue e adquirir novos doadores. Com o Slogan “Doe Sangue regularmente e ajude a quem precisa”, o Ministério da saúde pretende alcançar um maior número de doadores possíveis, pois os hemocentros se encontram cada vez mais com estoques baixos, devido a diminuição no número de doadores de sangue no período de férias.

Atualmente, somente 1,8% da população brasileira doa sangue. “O sangue é insubstituível. Ainda não existe nenhum tipo de medicamento que possa substituir o sangue. E quem precisa, só consegue graças à generosidade de quem doa. O importante é doar regularmente, pois com o frio e a seca, a tendência é diminuir os estoques”, explicou Flávio Vormittag, coordenador da área de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde.

A campanha contará com jingle, vídeos e imagens nas redes sociais para conscientizar os internautas, e também com a distribuição de panfletos nos estabelecimentos de saúde em todo o país. “Faremos uma ampla campanha para estimular a doação de sangue. O objetivo é mobilizar a sociedade e ampliar o número de doadores no Brasil”, acrescentou Ricardo Barros, ministro da Saúde.

No Brasil, podem fazer a doação, somente pessoas que tiverem entre 16 e 69 anos. Pessoas menores de 18 anos, só poderão doar sangue com autorização de responsáveis. É necessário para a doação, ter o peso acima de 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato no dia da doação, deve comer bem, e não deve ingerir bebidas alcóolicas nas 12 horas anteriores a doação de sangue.  

Mais conteúdo sobre: