Piauí

Ministério Público abre inquérito civil contra o prefeito Neim

A portaria que determina a abertura do inquérito foi assinada pelo Promotor de Justiça, Marcelo de Jesus Monteiro Araújo.
RAYANE TRAJANO
01/04/2017 15h57 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí instaurou inquérito civil contra o prefeito de Campinas do Piauí, Valdinei Carvalho de Macedo, o Neim (PRTB). A portaria que determina a abertura do inquérito foi assinada pelo Promotor de Justiça, Marcelo de Jesus Monteiro Araújo, titular da 6ª PJ de Picos, respondendo pela Promotoria de Campinas do Piauí.

O inquérito vai investigar notícias de que “o atual prefeito do município está celebrando contratos por tempo determinado para suprir necessidades ordinárias do município, desempenhando as pessoas contratadas atribuições típicas de cargos de provimento efetivo”.

De acordo com essas notícias, a quantidade de pessoas contratadas na indevidamente é bem superior à quantidade de servidores efetivos de férias ou de licenças.

Há suspeita de que também há contratos por tempo determinado que foram celebrados verbalmente, sem formalização, assim a remuneração paga não constará oficialmente na prestação de contas do prefeito.

A data de abertura do inquérito é dia 28 de março de 2016.

Outro lado

O Viagora tentou contato com o prefeito Neim, nesta sexta-feira (31), mas não conseguiu localizá-lo para comentar o caso.