Piauí

Ministério Público abre inquérito contra a faculdade Anhanguera

O inquérito foi aberto nessa quinta-feira, 17 de maio de 2017, pelo Procurador do Trabalho José Wellington de Carvalho Soares, em exercício na Procuradoria Regional do Trabalho na 22ª Região.
RAYANE TRAJANO
19/05/2017 16h33 - atualizado

O Ministério Público do Trabalho no Piauí iniciou investigação contra a faculdade Anhanguera Educacional LTDA, com filial na Rua Rui Barbosa, centro de Teresina. O inquérito foi aberto nessa quinta-feira, 17 de maio de 2017.

O Procurador do Trabalho José Wellington de Carvalho Soares, em exercício na Procuradoria Regional do Trabalho na 22ª Região, determinou a investigação baseado em denúncia de que a direção da faculdade “estaria contratando empregados sem registro e atrasando o pagamento de salários e vale-transporte aos empregados”.

Para instaurar o inquérito, o procurador ressaltou “o dever legal de todo empregador de fornecer, antecipadamente, vale-transporte aos empregados que necessitem se deslocar, por meio de transporte público regular, no percurso de ida e volta ao trabalho e que não utilizem de transporte próprio, de acordo com a Lei nº 7.418/1985”.

Outro lado

O Viagora não conseguiu contato com a faculdade Anhanguera para comentar o caso. O espaço está disponível para esclarecimentos.