Piauí

Ministério Público do Trabalho abre inquérito contra Cerâmica Fortes

A investigação foi aberta no dia 03 de maio de 2017, pela procuradora Maria Elena Moreira Rego.
RAYANE TRAJANO
05/05/2017 12h31 - atualizado

O Ministério Público do Trabalho instaurou inquérito civil para investigar denúncia de fraudes trabalhistas atribuídas à administração da Cerâmica Fortes (Cerâmica Tijolos & Telhas Do Norte Ltda). A investigação foi aberta no dia 03 de maio de 2017, pela procuradora do trabalho, Maria Elena Moreira Rego. 

A denúncia é referente às condições sanitárias e de conforto nos Locais de Trabalho, aos Equipamentos de Proteção Individual, ao Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, além de irregularidades no recolhimento de FGTS e contribuições previdenciárias, atraso nos pagamentos e não fornecimento de uniformes.

O procurador ressaltou a legitimidade do Ministério Público “para instaurar inquérito civil e ajuizar ação civil pública em defesa dos direitos sociais constitucionalmente garantidos no âmbito das relações de trabalho”.

Outro lado

O Viagora não conseguiu contato com representantes da Cerâmica Fortes, para comentar a denúncia. O espaço permanece aberto.