Polícia

Ministro determina envio de inquérito contra Heráclito à PF

A remessa dos documentos foi feita nessa terça-feira (18), para que as diligências sejam realizadas nos próximos 30 dias.
RAYANE TRAJANO
19/04/2017 18h26 - atualizado

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, relator da Lava Jato, determinou o envio do inquérito em que é alvo o deputado federal Heráclito Fortes (PSB) ao Departamento de Polícia Federal. A remessa dos documentos foi feita nessa terça-feira (18).

Segundo o Ministério Público, os delatores da Odebrecht  relataram o pagamento de vantagem não contabilizada no âmbito de campanha eleitoral de Heráclito Fortes ao Senado Federal, no ano de 2010.

  • Foto: AscomHeráclito FortesHeráclito Fortes

De acordo com os depoimentos, foram repassados R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), por meio de pagamento implementado pelo Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht, sendo o beneficiário identificado no sistema “Drousys” com o apelido de “Boca Mole”.

Edson Fachin acatou o pedido do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, para abrir o inquérito contra o deputado e determinou que a Polícia Federal realize as diligências no prazo de 30 dias.