Geral

Morre o ex-ministro da Educação Eduardo Portella aos 88 anos

O escritor era o sexto ocupante da cadeira 27 da Academia Brasileira de Letras.
MARCOS CUNHA
02/05/2017 15h17

O escritor e ex-ministro da Educação Eduardo Portella morreu hoje (02), aos 88 anos de idade, no Rio de Janeiro. Ocupante da cadeira número 27 da Academia Brasileira de Letras (ABL), Portella já havia sido internado ontem no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul do Rio.

Eduardo Mattos Portella foi ministro da Educação no governo João Figueiredo, último governo do regime militar. Ele já integrou o gabinete civil do presidente Juscelino Kubitschek e foi secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro.

O escritor também chegou a coordenar a pasta de Educação, Cultura e Comunicação da Comissão de Estudos para a Constituição de 1988 e foi presidente da Conferência Mundial da Unesco de 1997 a 1999.

  • Foto: Divulgação/ABLEduardo Mattos Portella foi ministro da Educação no governo João FigueiredoSexto ocupante da cadeira 27 da ABL, cujo patrono é Antônio Peregrino Maciel Monteiro, ele tomou posse na entidade em outubro de 1981.

“A história dos nossos dias, agora mais do que nunca, tem a obrigação de substituir o prazer enfermo da dissolução pela competência do conviver. Ao lado dos conviventes, e impulsionados pela saudável energia da convivência, imunes portanto ao veneno da violência, haveremos de construir o amanhã do encontro”, declarou o escritor durante sua posse.