Piauí

MP apura ilegalidade em contrato feito pelo prefeito Dr. Eudes

A promotora de Justiça levou em consideração a representação formulada por vereadores de Isaías Coelho.
ISABELA DE MENESES
07/09/2017 08h12 - atualizado

A promotora de Justiça Emmanuelle Martins Neiva Dantas Rodrigues Belo do Ministério Público do Estado (MP-PI) instaurou procedimento preparatório de inquérito civil público, no dia 21 de agosto deste ano, para apurar supostas ilegalidades em contrato feito através de dispensa de licitação do município de Isaías Coelho, gerido pelo prefeito Dr. Eudes. 

Para abrir o procedimento, a promotora levou em consideração a representação formulada por vereadores de Isaías Coelho, endereçada ao presidente do Tribunal de Contas do Estado, apontando irregularidades na contratação sem licitação da empresa L.S. Construções e Serviços Profissionais LTDA.

  • Foto: Divulgação/MPMinistério Público do Estado do Piauí (MP-PI)Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI)

Por isso determinou que o procedimento preparatório de inquérito civil público seja realizado para colheita de informações e documentos referentes às supostas ilegalidades na dispensa de licitação por parte do município. Caso necessário, serão tomadas as medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis.